Página 1 dos resultados de 572 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Características da carcaça e da carne de borregas de diferentes grupos genéticos submetidas ou não à infecção por Haemonchus contortus; Carcass and meat characteristics from ewe lambs of different genotypes with and without Haemonchus contortus infection

Costa, Fabiane de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
379.71473%
Os objetivos deste trabalho foram avaliar os efeitos do grupo genético (GG) e da infecção por Haemonchus contortus sobre as características da carcaça e da carne de borregas da raça Santa Inês (SI), Ile de France (IF) e animais provenientes do cruzamento de matrizes da raça SI com reprodutores das raças IF, Dorper, Texel e Suffolk. Adicionalmente, foi avaliada a composição química e o perfil de ácidos graxos (AG) na carne das borregas não infectadas. Cento e oito carcaças foram utilizadas, sendo 18 carcaças de cada um dos seguintes GG: SI, IF, ½ Ile de France x ½ Santa Inês (IFxSI), ½ Dorper x ½ Santa Inês (DOxSI), ½ Texel x ½ Santa Inês (TExSI) e ½ Suffolk x ½ Santa Inês (SUxSI). Nove carcaças de cada GG foram de animais infectados com larvas de H. contortus, totalizando 54 carcaças de animais infectados e 54 não infectados. Os animais foram distribuídos em arranjo fatorial 6x2 (6 GG e 2 condições de infecção), em delineamento de blocos completos casualizados, sendo a idade e o peso inicial os fatores de blocagem. As infecções aconteceram três vezes por semana e os animais receberam, por via oral, solução com 500 larvas L3 de H. contortus por infecção durante 14 semanas. Posteriormente, as borregas receberam uma dose desafio com 10.000 larvas L3 e mais 11 subsequentes com 1.000 larvas L3 por dose...

Avaliação do efeito de micro-organismos probiótics sobre Haemonchus contortus em ovinos; Evaluation of the effects of probiotic microorganisms on Haemonchus contortus in ovines

Teixeira, Renato da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
379.71473%
A infecção por Haemonchus contortus é a principal parasitose que afeta a ovinocultura, provocando consideráveis perdas econômicas. Sua patogenia é caracterizada por uma intensa anemia, além de hipoproteinemia e reduções nos níveis séricos de ferro. Devido ao aumento da resistência desse parasito aos anti-helmínticos comumente encontrados no mercado, surge a necessidade de tratamentos alternativos, como por exemplo, o uso de produtos probióticos. Probióticos são alimentos funcionais que contém micro-organismos vivos, que ingeridos, com frequência e em doses adequadas trazem benefícios aos hospedeiros por meio de diferentes mecanismos de ação. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de uma preparação probiótica constituída de diferentes espécies de Lactobacillus (L. casei ATCC 7469, L. plantarum ATCC 8014, L. fermentum ATCC 9338 e L. acidophilus ATCC 4536) na forma de "pool" sobre H. contortus em ovinos. Para tanto foram estudados 40 animais naturalmente infectados e distribuídos em 4 grupos e por 90 dias submetidos a diferentes tratamentos, a saber: Grupo A (controle): os animais não receberam nenhum tratamento, Grupo B os animais receberam em 3 dias por semana (2ª, 4ª e 6ª feiras) uma dose de 10 mL da preparação probiótica...

Inhibition of infective larvae exsheathment and egg hatching of the nematode Haemonchus contortus with extracts of tannin-rich plants; Inibições do desembainhamento de larvas infectantes e da eclodibilidade do nematoide Haemonchus contortus com extratos de plantas taniníferas

Gomes, Edgard Franco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2013 EN
Relevância na Pesquisa
379.71473%
The aim of this work was to assess the bioactivity of extracts of the tannin-rich plants Acacia mearnsii, Myracrodruon urundeuva, Caesalpinea bracteosa and Leucaena leucocephala against egg and infective larvae stages of Haemonchus contortus. Two in vitro assays were held: an Egg Hatch Assay (EHA) and a Larval Exsheathment Inhibition Assay (LEIA). The EHA consists of the incubation of previously recovered eggs from infected animal's faeces in a solution of plant extract for 24 hours and later differentiation between larvae and nonhatched eggs. The concentrations used were 50.00, 25.00, 12.50, 6.25, 3.12, 1.56, 0.78 and 0.39 mg/mL for A. mearnsii; 1.56, 0.78, 0.39, 0.19, 0.09 and 0.04 mg/mL for M. urundeuva; 6.25, 3.12, 1.56, 0.78, 0.39 and 019 mg/mL for C. bracteosa; and 6.25, 3.12 and 1.56 mg/mL for L. leucocephala. The LEIA consists in the artificial exsheathment of infective larvae, obtained by previous coproculture, after a three hour incubation period with plant extract solution in the concentrations 1,200, 600, 300 and 150 'mü'g/mL. The 50 and 99 lethal doses (LD) were calculated for both tests. A dose-dependent effect was found in the two tests, except for L. leucocephala in EHA, where it was not possible to calculate DL50 and DL99 with the chosen doses. The DL50 results for EHA were 0.18...

Haemonchus resistente à lactona macrocíclica em caprinos naturalmente parasitados; Macrocyclic lactone-resistant strains of Haemonchus in naturally infected goats

Mattos, Mary Jane Tweedie de; Oliveira, Carlos Marcos Barcellos de; Gouvea, Aline Silva; Andrade, Cintia Bisogno
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
381.659%
O ivermectin, antiparasitário amplamente utilizado em caprinos jovens, foi avaliado sobre nematódeos gastrintestinais, em todas as fases parasitárias. Doze caprinos jovens, naturalmente parasitados foram utilizados no experimento, sendo um grupo de seis animais medicado com ivermectin, na dose de 200μg/kg v.o. e o outro grupo utilizado como controle. Para a avaliação, utilizou-se o teste de redução na contagem de ovos (FECR), redução de larvas infectantes e carga parasitária. Amostras fecais de caprinos foram coletadas no dia da medicação (dia zero), aos sete e catorze dias. No décimo quarto dia pós-medicação, todos os caprinos foram sacrificados, para a coleta de helmintos e cálculo da carga parasitária total. A redução do número de ovos (FECR) e a eficácia sobre adultos foi de 42,10 % e 32,62 %, respectivamente.O gênero Haemonchus representou 100 % da população do grupo medicado e 99,58 % do grupo controle. Estes resultados indicam que os caprinos já estavam parasitados por Haemonchus resistente ao ivermectin.; Ivermectin, an antiparasitic drug that is widely used in young goats, was avalied as to its effect on gastrointestinal nematodes, at all parasitic stages. Twelve naturally infected young goats were studied: six of them received 200μg/kg of ivermectin orally...

Why is it important to correctly identify Haemonchus species?

Amarante, Alessandro Francisco Talamini do
Fonte: Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária Publicador: Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 263-268
ENG
Relevância na Pesquisa
388.98387%
Infecções por Haemonchus spp. são uma das principais causas de perda econômica nas criações de ruminantes devido à redução no ganho de peso e mortalidade de bovinos e pequenos ruminantes, especialmente em regiões com clima tropical e subtropical. A identificação precisa das diferentes espécies, bem como o conhecimento sobre a epidemiologia das gastroenterites parasitárias, são fundamentais para a elaboração de estratégias sustentáveis de profilaxia das parasitoses. Essa revisão tem por objetivo central, abordar os principais métodos parasitológicos utilizados na identificação morfológica das espécies, os quais se caracterizam pela facilidade e baixo custo. Na maioria dos estudos realizados no Brasil, a distinção entre as espécies Haemonchus contortus e Haemonchus placei não tem sido considerada. Vários relatos de H. contortus, particularmente em bovinos, podem se tratar na verdade da infecção dos animais por H. placei. A identificação correta das espécies é, portanto, fundamental. Além das medidas dos espículos dos exemplares machos, outros detalhes morfológicos, tais como a sínlofe, devem ser avaliados com o objetivo de auxiliar na diferenciação das espécies. Mensurações das larvas infectantes...

Parasitological characteristics and tissue response in the abomasum of sheep infected with Haemonchus spp.

Oliveira-Sequeira, T. C. G.; Amarante, Alessandro Francisco Talamini do; Sequeira, J. L.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 447-452
ENG
Relevância na Pesquisa
387.5739%
Realizou-se um estudo histopatológico da mucosa do abomaso de 40 cordeiros da raça Corriedale, expostos à infecção natural por Haemonchus spp. Os cordeiros foram colocados em pastagens contaminadas por 14 dias e após 28 dias de estabulação foram necropsiados. Por ocasião da necropsia, foram colhidas amostras de fezes para a realização da contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e amostras do abomaso para exame histopatológico e contagem do número de eosinófilos, mastócitos e leucócitos globulares. O número de Haemonchus spp. presente no abomaso foi estimado a partir de uma alíquota de 10% do conteúdo. O número de ovos por fêmea foi estimado em 10 fêmeas de Haemonchus spp. colhidas de cada animal. Coeficientes de correlação significativos entre as características analisadas foram: número de Haemonchus e contagem de OPG (r = 0,86); comprimento de fêmeas e número de ovos por fêmea (r = 0,60); comprimento de fêmeas e contagem de OPG (r = 0,53); número de eosinófilos e número de Haemonchus (r = 0,48); número de eosinófilos e número de leucócitos globulares (r = 0,54); número de mastócitos e comprimento de fêmeas (r = -0,39) e número de mastócitos e número de leucócitos globulares (r = 0,34). Das características analisadas a que apresentou maior correlação com a carga parasitária dos animais foi a contagem de OPG.; A histopathological study was conducted on the abomasal mucosa of 40 Corriedale sheep exposed to natural infection with Haemonchus spp. The sheep were allowed to graze on contaminated pastures for 14 days and...

Protection of calves against Haemonchus placei and Haemonchus contortus after immunization with gut membrane proteins from H. contortus

Bassetto, C. C.; Silva, B. F.; Newlands, G. F. J.; Smith, W. D.; Amarante, Alessandro Francisco Talamini do
Fonte: Wiley-Blackwell Publicador: Wiley-Blackwell
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 377-381
ENG
Relevância na Pesquisa
379.71473%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); A vaccine containing integral membrane glycoproteins from the intestine of Haemonchus contortus was evaluated in four groups of nine worm-free calves challenged with either 8000 H. contortus or Haemonchus placei infective larvae. Vaccinates received 50 mu g of the antigen and 1 mg QuilA adjuvant three times 21 days apart, while the controls got adjuvant alone. The calves were challenged 7 days after the last immunization and killed for worm counts 43 days later. Immunization resulted in high titre antibodies against the vaccine antigens and significant reduction in egg output and worm numbers of both challenge species, compared with control calves. It was concluded that vaccination of calves with native parasite gut membrane glycoproteins obtained from H. contortus conferred protection against both H. placei and H. contortus.

Proteção de bovinos contra Haemonchus placei e Haemonchus contortus após imunização com antígenos oriundos da membrana intestinal de H. contortus

Bassetto, César Cristiano
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 42 f.
POR
Relevância na Pesquisa
379.71473%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Biologia Geral e Aplicada - IBB; Neste estudo avaliou-se a eficácia de uma vacina constituída de glicoproteínas obtidas da membrana do intestino de Haemonchus contortus em bezerros desafiados com H. contortus ou H. placei. Bezerros holandeses machos, criados livres de infecções por helmintos, foram distribuídos em quatro grupos com nove animais cada. Dois grupos foram vacinados com 50 μg do imunógeno diluído no adjuvante QuilA, enquanto os outros dois grupos foram os controles, receberam apenas adjuvante. A vacina foi administrada três vezes com intervalo de 21 dias entre as aplicações. Os bezerros foram artificialmente infectados sete dias após a última imunização e sacrificados para contagem dos vermes 43 dias depois. Os bezerros de um dos grupos vacinados receberam 8000 larvas infectantes (L3) de H. contortus enquanto os do outro grupo foram infectados com o mesmo número de L3 de H. placei. Os controles foram infectados na mesma ocasião com o mesmo número de L3 de H. contortus ou H. placei. A vacinação reduziu significativamente a contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e a carga parasitária (P<0,01). A titulação de anticorpos nos animais controle permaneceu perto de zero enquanto nos animais vacinados verificou-se elevada titulação de anticorpos no soro. Os bezerros vacinados e desafiados com H. contortus não eliminaram ovos nas amostras de fezes...

Resposta imunológica de cordeiros às infecções artificiais por Haemonchus contortus e Haemonchus placei

Santos, Michelle Cardoso dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 61 f.
POR
Relevância na Pesquisa
381.659%
Pós-graduação em Biologia Geral e Aplicada - IBB; A proteção conferida pela resposta imunológica de cordeiros, às infecções seriadas com Haemonchus contortus (Hc) e Haemonchus placei (Hp) e desafios, por infecções homólogas e heterólogas, com ambas as espécies, foi avaliada. Quarenta e dois cordeiros, com peso corporal inicial médio de 21,3 kg, foram divididos em sete grupos experimentais. No primeiro grupo, 12 cordeiros receberam infecções seriadas (Is) 12 vezes (três vezes por semana) durante quatro semanas, com 500 larvas infectantes (L3) de H. placei e foram posteriormente desafiados (D), em dose única, com 4000 L3 de H. placei (Grupo IsHp+DHp, n=6) ou com 4000 L3 de H. contortus (Grupo IsHp+DHc, n=6). Os animais do segundo grupo (n=12) foram infectados com H. contortus da mesma maneira que o grupo 1 (500 L3, três vezes por semana) e foram desafiados com 4000 L3 de H. contortus (Grupo IsHc+DHc, n=6) ou com 4000 L3 de H. placei (Grupo IsHc+DHp, n=6). O terceiro grupo foi somente desafiado com 4000 L3 de H. placei (Grupo DHp, n=6), 4000 L3 de H. contortus (Grupo DHc, n=6), ou permaneceram livres de infecções durante todo o período experimental (Grupo Controle, n=6). Análises hematológicas e contagem de ovos por grama de fezes (OPG) foram realizadas semanalmente...

Diagnóstico morfológico e molecular de Haemonchus spp. em bovinos e ovinos

Silva, Maria Regina Lucas da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 56 f.
POR
Relevância na Pesquisa
389.97504%
Pós-graduação em Biologia Geral e Aplicada - IBB; Nematodes gastrointestinal infection causes considerable losses in the livestock industry. Haemonchus spp. is major nematode that affects cattle and sheep mainly in tropical and subtropical region. Therefore, the aim of the present study was to assess diagnosis methodologies based in morphological and molecular analysis of infective larvae and adults of Haemonchus spp. Twenty-three calves and twenty lambs naturally infected with gastrointestinal nematodes were utilized. Before necropsy of animals, faecal samples were collated for preparing faecal cultures and obtaining infective larvae that were morphometrically analyzed. After the euthanasia of animals the abomasums were removed and frozen for posterior recovered Haemonchus specimens that were stored in alcohol 70º. In the case sheep, the parasites remained stored in alcohol 70º for more than one year before be analyzed, while the parasites of cattle were stored for only four months. The morphological diagnosis of males Haemonchus spp. was released by synlophe analysis and spicule measurements. The same parasites used in the morphological analysis were submitted in the molecular analysis, using PCR, with primers 52/159, 75/86 and HplacBotu. The “gold standard” method used to identify Haemonchus similis was spicules analysis and to identify Haemonchus placei was PCR with the primers HplacBotu. All Haemonchus specimens recovered from sheep were assumed to be Haemonchus contortus based on host specificity...

Viabilidade do parasitismo por Haemonchus contortus em bovinos experimentalmente infectados

Fávero, Flávia Carolina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 62 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
381.659%
Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; O sistema de criação conjunta ovinos/bovinos, visando melhor aproveitamento da pastagem, provendo diversificação lucrativa, pode deparar com problemas graves nas propriedades rurais, tais como as parasitoses. Dentre as mais importantes, destaca-se a hemoncose. As espécies Haemonchus placei e Haemonchus contortus são comumente encontradas parasitando bovinos e ovinos, respectivamente. A infecção de bovinos por H. contortus constitui, ainda, uma incógnita na literatura, sobretudo a brasileira. Este helminto tem sido descrito parasitando principalmente ovinos e caprinos. As espécies mais citadas parasitando bovinos são H. placei e H. similis. Portanto, objetivou-se no presente estudo avaliar a infectividade de H. contortus para bovinos e comparar sua patogenicidade à de H. placei. Para tal, foram utilizados 10 bezerros, criados e mantidos sem contato com helmintos, assim distribuídos: GI - dois bezerros não inoculados (controle), GII – quatro bezerros inoculados com larvas infectantes (L3) de H. contortus e GIII – quatro bezerros infectados com larvas (L3) de H. placei. Cada bovino recebeu 10.000 L3, de acordo com o grupo experimental, em dose única. Exames coproparasitológicos (McMaster e coproculturas) foram realizados diariamente após o 60 dia da inoculação...

Vaccination of grazing calves with antigens from the intestinal membranes of Haemonchus contortus: effects against natural challenge with Haemonchus placei and Haemonchus similis

Bassetto, C. C.; Silva, M. R. L.; Newlands, G. F. J.; Smith, W. D.; Ratti Junior, J.; Martins, C. L.; Amarante, A. F. T.
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 697-702
ENG
Relevância na Pesquisa
383.1806%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Processo FAPESP: 10/18678-5; A vaccine containing integral membrane glycoproteins from the intestine of Haemonchus contortus was evaluated in three groups of eight 5 months old grazing calves, naturally infected by Haemonchus similis, Haemonchus placei and other gastrointestinal nematodes. Vaccinated calves received 5 or 50 mu g of the antigen and 1 mg of saponin adjuvant, while the controls received adjuvant alone, initially three times, 3 weeks apart and then four more times at 6 weeks intervals. Three weeks after the last immunisation all of the calves were euthanised for worm counts. Immunisation stimulated high titre antibodies against the vaccine antigens, reduced the egg output of Haemonchus spp. by 85% and the numbers of H. placei and H. shnilis by 63% and 32%, respectively, compared with control calves. It was concluded that vaccination with intestinal membrane glycoproteins from H. contortus could substantially reduce the transmission of H. placei and H. similis, thus providing protective benefit downstream. This appears to be the first known successful demonstration of a vaccine protective for cattle naturally exposed to infection with any gastrointestinal nematode parasite. (C) 2014 Australian Society for Parasitology Inc. Published by Elsevier Ltd. All rights reserved.

Effect of dietary protein intake on calf resilience to Haemonchus placei infection; Efeito da proteína da dieta no desempenho de bezerros infectados com Haemonchus placei

Louvandini, Helder; Abdalla, Adibe Luiz; Coop, Robert L.; Pimentel, Concepta Margaret McManus; Gennari, Solange Maria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
379.71473%
ABSTRACT; Twenty, 2-3-month-old worm free male Holstein calves, were assigned to two groups each containing ten animals. Each group was offered one of two diets: High (HP) and Low (LP) protein with 257 and 91 gkg-1 dry matter respectively, balanced for energy and minerals. After an initial period of 4 weeks on the diets, the calves from each group were subdivided into two groups of four and six calves. A trickle infection of 5,000 Haemonchus placei L3 was given twice a week for nine weeks to the sub group of six calves (I). The remaining four calves from each dietary group were used as non-infected control (C). Four weeks after the last infection, all calves were slaughtered and worm burdens counts. Carried out Biochemical determinations, faecal egg counts and body weights were carried out once a week. The HP group had significantly higher mean adult worm burdens (11,900 ± 7,660) when compared with BP (5,450 ± 7,895). Faecal egg counts were higher in the HP than LP group. Despite higher worm burdens, resilience was increased in the HP calves, with higher packed cell volume values as well as body weight when compared with the LP group. _______________________________________________________________________________ RESUMO; Vinte bezerros com 2 a 3 meses de idade criados livres de vermes foram divididos em 2 grupos com 10 animais cada alimentados com alta proteína (HP) e baixa proteina (LP) com 257 e 91 g kg-1 de proteína na materia seca respectivamente...

Parasitological characteristics and tissue response in the abomasum of sheep infected with Haemonchus spp.

Oliveira-Sequeira,T.C.G.; Amarante,A.F.T; Sequeira,J.L.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 EN
Relevância na Pesquisa
381.659%
A histopathological study was conducted on the abomasal mucosa of 40 Corriedale sheep exposed to natural infection with Haemonchus spp. The sheep were allowed to graze on contaminated pastures for 14 days and, after being housed for 28 days, they were slaughtered. Fecal samples were collected for fecal egg counts (FEC) and abomasum samples were obtained for histopathological examination and eosinophil, mast cell and globule leucocyte counts. The number of Haemonchus spp. present in the abomasum was estimated from a 10% aliquot of its content. The number of eggs per female was estimated for 10 Haemonchus spp. females collected from each animal. The following significant correlation coefficients were obtained between the characteristics analyzed: number of Haemonchus and FEC (r = 0.86), female length and number of eggs per female (r = 0.60), female length and FEC (r = 0.53), number of eosinophils and number of Haemonchus (r = 0.48), number of eosinophils and number of globule leucocytes (r = 0.54), number of mast cells and female length (r = -0.39), and number of mast cells and number of globule leucocyte (r = 0.34). The characteristics that showed the highest correlation with animal load was FEC.

Why is it important to correctly identify Haemonchus species?

Amarante,Alessandro Francisco Talamini do
Fonte: Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária Publicador: Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 EN
Relevância na Pesquisa
384.40383%
Parasitic gastroenteritis caused by Haemonchus spp. is a major cause of economic losses in the livestock industry because it impairs weight gain and increases mortality in cattle and small ruminants, especially in tropical and subtropical areas. The proper identification of the various species, as well as knowledge regarding the epidemiology of parasitic gastroenteritis, is essential for the establishment of sustainable strategies of parasite control. This review focuses on the use of easily applied, low-cost parasitological methods of identifying Haemonchus species on the basis of their morphology. In most studies carried out in Brazil, the distinctions between Haemonchus contortus and Haemonchus placei have not been considered. Many reports of H. contortus, particularly in cattle, might actually represent H. placei. The appropriate identification of species is therefore indispensable. In addition to the measurement of male spicules, new morphological characteristics, such as the synlophe, should be evaluated in order to differentiate between and among species. Measurements of infective larvae in fecal cultures can also indicate the identity of Haemonchus species. This approach can be quite useful in studies that do not involve animal sacrifice...

Atividade ovicida e larvicida in vitro do óleo essencial de Eucalyptus globulus sobre Haemonchus contortus.

MACEDO, I. T. F.; BEVILAQUA, C. M. L.; OLIVEIRA, L. M. B. de; CAMURÇA-VASCONCELOS, A. L. F.; VIEIRA, L. da S.; OLIVEIRA, F. R.; QUEIROZ JÚNIOR, E. M.; PORTELA, B. G.; BARROS, R. S.; CHAGAS, A. C. de S.
Fonte: Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, v. 18, n. 3, p. 62-66, jul./set., 2009. Publicador: Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, v. 18, n. 3, p. 62-66, jul./set., 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
379.71473%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do óleo essencial de Eucalyptus globulus (OEEG) sobre a eclosão e desenvolvimento de larvas de Haemonchus contortus. A determinação da composição química do OEEG foi feita por meio de cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massa. No teste de eclosão de ovos (TEO), utilizaram-se as concentrações 21,75; 17,4; 8,7; 5,43 e 2,71 mg.mL-1; e no de desenvolvimento larvar (TDL) as concentrações foram 43,5; 21,75; 10,87; 5,43 e 2,71 mg.mL-1. Cada ensaio foi acompanhado por um controle positivo, 0,02 mg.mL-1 tiabendazol, no TEO e 0,008 mg.mL-1 ivermectina no TDL, e por um controle negativo com o diluente Tween 80 (3%). A eficácia máxima obtida pelo OEEG sobre ovos foi de 99,3% na concentração de 21,75 mg.mL-1 e, sobre larvas, 98,7% na concentração de 43,5 mg.mL-1. A concentração do OEEG, que inviabilizou 50% dos ovos e das larvas do parasito, foi de 8,3 e 6,92 mg.mL-1, respectivamente. A análise química do óleo identificou como principal componente o monoterpeno 1,8-cineol. O OEEG apresentou atividade ovicida e larvicida in vitro sobre H. contortus, determinando um bom potencial para utilização no controle de nematóides gastrintestinais de ovinos e caprinos. Ovicidal and larvicidal activity in vitro of Eucalyptus globulus essential oils on Haemonchus contortus. Abstract: The objective of this work was to evaluate ovicidal and larvicidal effects of Eucalyptus globulus essential oil (EGEO) on Haemonchus conforms. The chemical composition determination of EGEO was through gas chromatography and mass spectrometry. Egg hatch test (EHT) was performed in concentrations 21.75; 17.4; 8.7; 5.43 e 2.71 mg.mL(-1). In larval development test (LDT) were used the concentrations 43.5; 21.75; 10.87; 5.43 e 2.71 mg.mL(-1). Each trial was conducted by negative control with Tween 80 (3%) and positive control...

Avalia????o da transmiss??o da imunidade passiva e efeitos fisiopatol??gicos frente a infec????o experimental prim??ria e desafio de cordeiros com Haemonchus placei e H. contortus; Avalia????o da transmiss??o da imunidade passiva e efeitos fisiopatol??gicos frente a infec????o experimental prim??ria e desafio de cordeiros com Haemonchus placei e H. contortus

REINIGER, Regina Celis Pereira
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Veterin??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Veterin??ria; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
381.659%
The aim of this study was to evaluate the effect of the transfer of passive immunity and pathophysiological effects against experimental Haemonchus placei or H. contortus primary infection and challenge. The first experiment evaluated the transmission of passive immunity in parasite-free lambs. At 6-month old, lambs were divided in three groups: infected with H. contortus (Hc), with H. placei (Hp) and uninfected (C for control), and challenged at 9-month old when lambs were again divided in four groups: Hc-Hc, Hc-Hp, Hp-Hc and C-C. Serological analyses showed the transfer of anti-H. contortus IgG, but with a gradual decline over time in both females and lambs. During primary infection, faecal egg count (FEC) average was twice for the Hc group compared to Hp (p <0.0001). The Hc group presented the lowest packed cell volume compared to the other groups (p <0.0001). Primo-infected sheep with either H. placei or H. contortus did not develop resistance when challenged with same species- or across-species parasite. Single 5,000 L3 dose experimental infection was not sufficient to cause clinical signs, nor to rise and maintain anti-H. contortus IgG levels in the infected animals. There is passive transfer of anti-H. contortus IgG for lambs through the colostrum...

Attempts to vaccinate ewes and their lambs against natural infection with Haemonchus contortus in a tropical environment

Bassetto, C. C.; Picharillo, M. E.; Newlands, G. F. J.; Smith, W. D.; Fernandes, S.; Siqueira, E. R.; Amarante, A. F. T.
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1049-1054
ENG
Relevância na Pesquisa
379.71473%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Processo FAPESP: 2010/18678-5; Processo FAPESP: 2011/03806-0; A vaccine containing integral membrane glycoproteins from the intestine of Haemonchus contortus was evaluated in three groups of grazing sheep each containing 13 ewes and their 16 lambs naturally infected with gastrointestinal nematodes. Two groups were vaccinated with either 5 or 50 mu g of the antigen per immunisation, while the third, the control group, received adjuvant alone. The sheep were immunised six times at 3 week intervals, partly because the vaccine antigens are hidden and thus no immunological boost would be delivered by subsequent infection and partly because the level of Haemonchus spp. challenge was expected to be high. The vaccinated ewes, first immunised approximately 1 month before lambing, showed a circulating antibody response but no signs of reduced anaemia or Haemonchus spp. egg counts, compared with control ewes. Several ewes with severe haemonchosis in all three groups had to be given precautionary treatment with anthelmintic drugs. In contrast, vaccinating their lambs with either 5 or 50 mu g of the antigen per immunisation resulted in 10 fold higher antibody titres. In the case of the lower antigen dose this was associated with significantly less anaemia...

Efeito da proteína da dieta no desempenho de bezerros infectados com Haemonchus placei; Effect of dietary protein intake on calf resilience to Haemonchus placei infection;

Louvandini, Helder; Abdalla, Adibe Luis; Coop, Robert L.; Mc Manus, Concepta Margareth; Gennari, Solange Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 ENG
Relevância na Pesquisa
381.659%
Vinte bezerros com 2 a 3 meses de idade criados livres de vermes foram divididos em 2 grupos com 10 animais cada alimentados com alta proteína (HP) e baixa proteina (LP) com 257 e 91 g kg-1 de proteína na materia seca respectivamente, devidamente balanceado em energia e minerais. Após 4 semanas submetidos a estas duas dietas cada grupo original foi subdividido em 2 grupos, um contendo 4 animais não infectado (C) e 6 animais infectados (I). O grupo infectado recebeu 5.000 larvas de Haemonchus placei duas vezes por semana por um período de 9 semamas, após 4 semanas da última infecção todos os animais foram sacrificados e realizada a contagem de vermes. Semanalmente foram feitas as pesagens dos animais, número de ovos por grama de fezes e colheita de sangue para determinação do hematócrito, hemoglobina, albumina e proteína total. A contagem de ovos por grama de fezes foi superior no grupo de HP em relação ao grupo de LP, tendo em vista que o número de vermes adultos no grupo HP (11.900 ± 7.660) foi maior que o grupo de LP (5.450 ± 7.895) . Apesar do número superior de vermes encontrado no grupo HP, observou-se valores superiores de hematócrito e peso vivo quando comparado com o grupo de LP (p<0,05), demonstrado que a suplementação protéica possibilita uma melhor resilience em bezerros infectados com Haemonchus placei.; Twenty...

Estimación de los Valores de Hematocrito y Hemoglobina en Presencia de Haemonchus sp. en Ovinos de Oicatá, Colombia

Díaz-Anaya,Adriana M; Arias-González,Harold A; García-Corredor,Diego J; Pulido-Medellín,Martin O
Fonte: Revista de la Facultad de Ciencias Veterinarias. Universidad Central de Venezuela. Publicador: Revista de la Facultad de Ciencias Veterinarias. Universidad Central de Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 ES
Relevância na Pesquisa
381.659%
La hemoncosis causada por el nemátodo del abomaso de rumiantes, Haemonchus contortus, representa uno de los mayores problemas en los sistemas ovinos debido a su impacto sobre la producción y el costo de los tratamientos. El objetivo del presente estudio fue determinar la prevalencia de Haemonchus sp. y la estimación de los valores de hematocrito (Hto) y hemoglobina (Hb) en ovinos pertenecientes al municipio de Oicatá, Colombia. Se realizó un muestreo aleatorio de 201 animales criollos que pertenecían a explotaciones extensivas. Se tomaron muestras de materia fecal que fueron analizadas por medio del método de concentración formol-éter y posteriormente se realizó la identificación de Haemonchus sp. En los mismos individuos se obtuvo una muestra de sangre de la vena cefálica, se estimaron y se realizaron hemogramas completos. Se escogieron cuatro parámetros hematológicos: hemoglobina (Hb), hematocrito (Hto), recuento de glóbulos rojos (RBC) y volumen corpuscular medio (VCM). Se observó una prevalencia de Haemonchus sp. del 31,3%. Solo el 6% de los animales mostró Hto por debajo de los valores normales, mientras que el 6,5% tenía valores de Hb anormal en presencia del helminto. Los valores de RBC y VCM no demostraron alteraciones en presencia de la infección. No se observó ninguna relación entre los parámetros hemáticos y la presencia de huevos de Haemonchus sp. en las heces ovinas.